Meu UniVersos: Chutando o Balde - Texto da Semana.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Chutando o Balde - Texto da Semana.

"Quem nunca passou por um momento de crise existencial que tome o primeiro “tarja preta”. A verdade é que a nossa vida aqui na Terra é um exercício diário de sobrevivência. Vivemos num corpo que foi modificado pelo pecado (corrupção da carne), somos afastados da nossa essência original e lutamos diariamente numa guerra interna entre carne e espírito.


(...)
Estamos/somos incompletos. Fomos afastados da comunhão original com nosso criador e sentimos uma falta latente disso. Como panacéia para esse vazio interior, muitos se entregam aos vícios ou aos prazerem que a carne tem a oferecer. Alguns, numa reação abrupta, como crianças que são arrancadas do colo da mãe, passam para a negação e geram ojeriza por tudo que é espiritual. Na realidade, estão sentindo saudades da mãe (no nosso caso, do Criador) e apenas não tem coragem de admitir esse sentimento.
Então, já que estamos largados num mundo vil, sem rumo e sem documento, o melhor que temos a fazer é chutar o balde, correto? ERRADO! Por quê? Simples (tá bom, nem tão simples assim):
- Se sentir gordo e se entregar a comida, não vai te fazer emagrecer;
- Faltar à prova de cálculo não te fará passar de ano;
- Ignorar que existe algo muito além do que você possa sentir ou imaginar não te fará sumir com a dor do coração pela falta de algo que você não sabe explicar.
E a verdade é essa: todos temos dúvidas, inquietações, lágrimas, soluços.
Será essa a profissão a seguir? Será esse o ministério a que o Senhor me chamou? Será que estou fazendo tudo certo? Se estou, por que as coisas não estão fluindo como deveriam? Onde está Deus? Por que Ele não fala comigo? Por que não manda um anjo pra me explicar o que está acontecendo? Por quê? Por quê? Por quê?
Como uma criança de dois anos, sucumbimos as nossas interrogações, damos vazão a inquietação e temos a ardente vontade de “CHUTAR O BALDE”!
Será que Abraão não teve essa vontade também enquanto esperou por mais de 20 anos o nascimento de Isaque? Será que Lutero não teve o mesmo sentimento, ao ver todos os absurdos feitos pela igreja e tentar mudá-los e ninguém lhe dar ouvidos? E se Martin Luther King também estivesse desistido na luta pelos negros? E se Billy Graham não tivesse agüentado a pressão de pregar um evangelho quando não era moda, pelo contrário, era visto como uma aberração, um ET?
Dúvidas, crises, todos passamos; a diferença está em como reagimos diante de cada uma delas.
Prefere chutar o balde ou dobrar os joelhos?"

Felipe Heiderich, no blog da Ultimato Jovem.

2 comentários:

Mima disse...

Texto legal! Realmente essas questoes são gritantes! E, no meu caso, elas me incomodam mais agora do que na minha adolescencia. =/ Só que esperar é caminhar. Não se pode desistir. Não se pode parar. Esperar é caminhar, caminhar e confiar que o Senhor não nos deixará errar por muito tempo.

Beijos

Luciana disse...

Esperar é caminhar. #fato

Related Posts with Thumbnails