Meu UniVersos: Agosto 2011

domingo, 28 de agosto de 2011

Creio.

“Este credo é muito simples. Ei-lo: crer que não existe nada de mais belo, de mais profundo, de mais simpático, de mais viril e de mais perfeito do que o Cristo; e eu o digo a mim mesmo, com um amor cioso, que não existe e não pode existir. Mais do que isto: se alguém me provar que o Cristo está fora da verdade e que esta não se acha n’Ele, prefiro ficar com o Cristo a ficar com a verdade.”

Credo redigido por Dostoiévski em carta à baronesa Von Wizine.

Gostei. Tá aí pra refletir.

Fica com o Pai!


.

Leia Mais >>

sábado, 13 de agosto de 2011

Meus dias...


Essa foi a melhor imagem sobre o livro de Jó que já vi na vida. Meus dias tem sido assim. Dias de Jó.

Leia Mais >>

Sobre terrenos, plantas e eu...

Faz tempo que não passo aqui no bloguinho. 

É porque tá acontecendo muita coisa ao mesmo tempo, inclusive não tá acontecendo nada.

Tô vivendo um momento muito louco da minha vida, e como o MeUniVersos sou EU, é normal esse blog estar louco também.

Eu tô plantando no momento. E esse tempo entre plantio e colheita é muito chato, porque a gente não vê nada acontecendo, mesmo sabendo que as sementes estão lá e temos que regá-las todos os dias.

As sementes tão lá, eu sei, mas não ver o primeiro brotinho de planta nascendo dá uma angústia tremenda, pois parece que as sementes tão todas bichadas e não vai nascer colheita nenhuma e você só perdeu seu tempo (ou eu perdi meu tempo..) êta mania de ficar falando as coisas na terceira pessoa!

Plantar dá um trabalho massa. Escolher a terra, escolher o adubo, escolher as sementes, escolher o tempo... tudo isso determina no sucesso (ou não) do que estou plantando. E um errinho, um errinho sequer, nessa fase, pode levar tudo por água abaixo.

Em Marcos, capítulo 4, versículo 3 pq tem que ter Bíblia nesse negócio aqui!), diz que 'o Semeador saiu a semear'.  Uma parte caiu na beira da estrada, outra num terreno pedregoso, outra entre espinhos... ele não deixou de semear, de plantar, mas não observou direito onde tava plantando. Resultado: os frutos até nasceram, mas morreram logo porque não estavam em terreno próprio.

Onde eu tô plantando, vale a pena?? É nisso que preciso refletir hoje.

A colheita é apenas o final de um longo processo, um longo trabalho. Não posso colher antes, nem depois. É 
prejuízo nos dois casos.

Plantar no lugar certo pra colher os frutos certos no tempo certo. Esse é o código.

Leia Mais >>
Related Posts with Thumbnails